segunda-feira, 23 de julho de 2007

Hoje foi o primeiro dia útil...

... do Nãorespondopormim. E confesso que me deixou muito animado! Os amigos gostaram, elogiaram, leram tudo. Tá certo que tem pouca coisa, né? Mas leram tudo. O que importa é o 100% de aproveitamento.

Alguém me explica porque eu passo meeeeses discutindo hora extra na repartição! Gente... Isso não é nem produtivo. Tenho certeza que as minhas 59 horas extras foram somadas graças às reuniões, conversas, suposições e preenchimento das fichinhas ao final do mês. Na conferência de hoje, a minha sensação flutuou entre "rumo à mudança de hábito" e "adoro obras de ficção". E a missão é: formular uma sugestão para transformar horas extras em passeios, praias, viagens, descanços e sessões da tarde. Eu falto, chego atrasado, emendo viagens, frequento o mestrado, assito jogos do Panamericano,... e elas continuam lá! Firmes! Mas essa novela já está tão arrastada... Já deu o que tinha que dar.

O almoço foi tão agradável! Matei a saudade e atualizei o meu amigo. Ele está numa fase estranha: tem carro com motorista, mas do celular não sai nem SMS. Por isso que somos amigos! Eu posso ligar à vontade pra ele e ele pode vir almoçar comigo de carro!

E qual a diferença entre amigo, namorado, amigo-namorado e namorado-amigo? A ordem dos fatores não altera o produto? Ou o altera dos produtos não ordem a fatores?

Adeus

Um comentário:

Magoo RJ disse...

Realmente um assunto sem fim, ainda mais para debates em fim de noite, e inicio de madrugada...

Acho q o namorado puro e simplesmente é apenas um contrato assinado entre as partes. Ja o namorado-amigo, é um contrato de boca, sem assinatura. e por fim, o amigo, nao tem contrato, nem boca.

Mas nada disso tem importancia quando a gente gosta. Vale tudo. Quando há duvida... é melhor ficar com o amigo e com a boca!

Mais detalhes no Jornal Nacional.